Viva o 1º de maio! Viva a luta dos trabalhadores e das trabalhadoras. Nota da @UJSBRASIL

Em reunião neste 1º de maio, a Direção Nacional da UJS saúda as trabalhadoras e trabalhadores brasileiros pelo seu dia de luta aqui e em todo o mundo.

Neste ano de 2013, em especial, temos dois marcos importantes que podem ser comemorados, mas sobretudo, alvo de profunda reflexão por parte daqueles que almejam construir um mundo de mais igualdade e que tenha o povo no comando do processo político.

O primeiro é a comemoracao dos 70 anos da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), fruto de greves e pressão dos trabalhadores em 1943, durante o período Vargas. E o outro marco é a conclusão de uma década do projeto democrático-popular em curso a partir da eleição de Lula, primeiro trabalhador a ocupar a presidência da República.

De comum entre esses momentos, temos a marca do avanço de conquistas trabalhistas, seja ela através da sistematização dos direitos trabalhistas num código, a conquista do salário mínimo, a garantia do direito de greve, seja o próprio desenvolvimento econômico, que tem gerado emprego e renda, ganho real no salário dos trabalhadores nos dias atuais e a busca de um projeto nacional de desenvolvimento que assegure soberania nacional e a valorização do trabalho.

Essas conquistas são a prova de que a unidade de ação dos trabalhadores tem poder para promover fortes transformações sociais, e que portanto, essa unidade deve ser perseguida sempre, pois um longo caminho ainda precisa ser percorrido.

Nesta ultima década os jovens tornaram-se a maioria no mercado de trabalho brasileiro, jovens que anseiam ter sua independência, viver dignamente e sem medo do futuro. Na opinião da UJS, para o desenvolvimento integral, desses jovens, trabalho e educação precisam andar lado a lado. Assim, é necessário ampliar a oferta de vagas em todos os niveis educacionais, atentando para especificidade para a promoção da educação de jovens trabalhadores.

Somos solidários e fortalecemos as bandeiras unitárias defendidas pelas centrais sindicais neste 1º de maio de 2013, sejam elas: a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais; fim do fator previdenciario; reforma agraria; igualdade de oportunidade entre homens e mulheres; política de valorização dos aposentados; 10% PIB para a educação; 10% do orcamento para a saúde; correção da tabela do imposto de renda; ratificação da Convencao 158 da OIT; regulamentação da convenção 151 da OIT e ampliacao de direitos publicos.

Todo apoio a pauta unificada das centrais sindicais!
Viva a união dos trabalhadores, das trabalhadoras e da juventude!
Direção Nacional da União da Juventude Socialista.

São Paulo, 1º de maio de 2013.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s