A seleção de um homem só

Ao invés da genialidade de R. Gaúcho, teremos um meio de campo burocrático e lento.

Dunga anunciou ontem (11/05) a lista mais esperada do ano no Brasil e foi uma decepção só. O homem conseguiu frustar 192 milhões de brasileiros com a ausência de Ronaldinho Gaúcho e principalmente de Neymar e Ganso. Dunga optou por montar um time dele, uma seleção “plástica”, praticamente européia.

O gaúcho turrão deixou de lado a possibilidade de jogar junto com todo o país, que já se mobiliza com grande expectativa para a busca pelo hexa na África do Sul. Caso tivesse convocado Neymar, Ganso e Ronaldinho, Dunga com certeza dividiria os ônus e os bônus com todo o povo brasileiro, que clamou pela presença dos incontestáveis jogadores na Seleção Canarinha. Ao deixá-los de fora da lista principal, Dunga assume toda a responsabilidade pela conquista ou pela derrota na Copa do Mundo. É fato que ele é pago para isso.

Na Copa do Mundo todo jogo é uma decisão, vale uma vida. É nesses momentos que o sobrenatural, o inustado fazem a diferença, e o trio de jogadores aqui citados se enquadram com maestria nesse perfil. De todo modo não nos resta outro caminho senão torcer até o fim pela Seleção Brasileira, em que pese pareça a seleção de um homem só.

Ps: a única novidade boa é ausência do Adriano na lista dos convocados. Acabou Urubu, o sonho de vocês não dobrará a próxima quarta-feira.

Anúncios

Uma resposta para “A seleção de um homem só

  1. Oi, André, recebeu e-mail que te enviei?
    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s